Como utilizar ou empregar o hífen. O emprego do hífen!

SOBRE O HÍFEN

Vamos ao que realmente interessa. Com certeza você já deve ter feito esta pergunta para você mesmo! Quantas vezes você já parou de escrever com o seu lápis ou caneta quando chegou a hora de utilizar o hífen? Imagino que muitas vezes. É muito fácil dizer que ao empregarmos o hífen não deveria existir sombra de dúvidas quanto a usar ou não usar o hífen, mas tornar isto um fato está longe da realidade!

O HÍFEN é tão importante e necessário no novo acordo ortográfico, e  por ser um sinal gráfico se associa a um relacionamento próximo com ocorrências na nossa língua. Em uma forma bem mais simples, podemos dizer simplesmente que o hífen serve para a ligação de palavras compostas como por exemplo ex‐detento, couve‐flor e serve também para unir pronomes átonos a verbos como por exemplo mostraram‐me; vê‐lo‐ei e assim por diante.

Dentro de todas, tantas, diversas, muitas, cansativas e outras mudanças dentro da Nova Reforma Ortográfica, obtivemos algumas mudanças em relação ao seu uso e como melhor aplica-lo.

Por esta razão, vamos descrever abaixo algumas das melhores formas de aplicação para entender como utilizar e aplicar tais novos conceitos, trazendo para este caso a comparação entre casos de como are antes e depois da nova reforma ortográfica.

Podemos observar o seguinte:

Alguns momentos, razões, necessídades ou circunstâncias linguísticas em que deve ocorrer o emprego ou uso correto do hífen são:

# O hífen passa a ser usado quando o prefixo termina em vogal e a segunda palavra começa com a mesma vogal.

Antes Depois
antiinflamatório anti-inflamatório
antiinflacionário anti-inflacionário
microondas micro-ondas
microorganismo micro-organismo

É importante ressaltar que esta regra possui algumas exceções já estipuladas antes do acordo.

Exemplo = auto-observação – auto-ônibus – contra-atacar

Temos outras regras e exeções porem não vamos discutir sobre as mesmas hoje, porem caso tenha perguntas deixe nos comentários abaixo.

Agora vamos ver momentos, razões, necessídades ou circunstâncias linguísticas em que não se emprega o hífen:

# A utilização do hífen não é mais necessária quando temos um prefixo que termina em vogal e onde a sua a segunda palavra venha á começar por uma vogal diferente.

Vamos observar casos de antes e depois =

Antes Depois
auto-avaliação autoavaliação
auto-escola autoescola
auto-estima autoestima
co-autor coautor
infra-estrutura infraestrutura
semi-árido semiárido

É importante informar que esta regra recem criada tem o objetivo de padronizar exceções existentes antes mesmo do acordo. Como por exemplo:

aeroespacial – antiamericano – socioeconômico…

Em algumas palavras já estipuladas devido a perca de composição, não utilizam mais o hífen, como por exemplo:

Antes Depois
manda-chuva mandachuva
pára-quedas paraquedas
pará-quedista paraquedista

Algumas outra regrinhas que lhe ajudarão muito:

Quando tivermos palavras que venhan começar com “r” ou “s” onde o seu mesmo prefixo possui o termino em vogal, devemos retirar o hífen e duplicar as suas consoantes, como nos exemplos abaixo:

 

Antes Depois
ante-sala antessala
anti-rugas antirrugas
anti-social antissocial
auto-retrato autorretrato
extra-sensorial extrassensorial
contra-reforma contrarreforma
supra-renal suprarrenal
untra-secreto untrassecreto
ultra-som ultrassom

Perguntas, ideias ou algumas sugestões? Favor utilizar o espaço para comentários abaixo.

Categoria: Curiosidades

Quais são os países que falam português?

História da língua portuguesa

Curiosidades interessantes sobre a Nova Ortografia – Quase Tudo Sobre Ela!

Categoria: Dicas da Nova Ortografia

Concursos – fique atento à nova ortografia

Nova língua portuguesa?

Micro-organismo ou microorganismo?

Aprenda: Anti-inflamatório ou antiinflamatório?

Como fica a palavra “reanálise” na nova ortografia?

Aprenda: Bem-Vindo, Bem Vindo ou Benvindo?

Categoria: Notícias

Como utilizar ou empregar o hífen. O emprego do hífen!

O efeito da nova ortografia na internet!

Conversores ortográficos para a nova ortografia

Guia Prático da Nova Ortografia

O acordo ortográfico é “inútil e improdutivo” ou veio para trazer benefícios para a língua portuguesa?

Editoras enfrentam grande demanda de adaptação

O que você acha do novo acordo ortográfico da língua portuguesa?

Novo acordo ortográfico obriga softwares a se adaptarem

Lusofonia cobra data para adoção da nova ortografia